.Prefeitura de Hidrolândia

.Prefeitura de Hidrolândia

terça-feira, 14 de agosto de 2018

CARTA DE UM BRASILEIRO AOS DIVERSOS BRASIS!

GENERAL MOURÃO FINGE QUE NÃO É NEGRO E FAZ PAPEL DE CAPITÃO DO MATO!
General Mourão tem nariz chato e cabelo carapinha

Por: Walter Brito
Tenho um amigo, de longa data, que é neto do único marechal negro que o Brasil teve. Tanto ele como o seu pai, um saudoso general do Exército e também o seu saudoso avô marechal, sempre tiveram orgulho da etnia negra e assumiram publicamente suas condições como afrodescendentes.
Os 49 anos de caserna do general reformado Hamilton Mourão não foram suficientes para ele entender que seu cabelo carapinha e o nariz redondo e achatado são características da etnia negra em qualquer lugar do planeta Terra. Lá no país do Tio San, os EUA, por exemplo; caso o general Mourão se hospede em um hotel qualquer, em sua ficha de identificação estará escrito em letras garrafais: etnia negra e não índio como ele prefere ser reconhecido. O general afirmou recentemente que: “O Brasil herdou a cultura do privilégio dos ibéricos, a indolência dos indígenas e a malandragem dos africanos”.
Ele acrescenta ainda, em sua viagem fundamentada no seu vasto conhecimento étnico, que nasceu no Rio Grande do Sul, mas sua convivência por muitos anos com amazonenses e sua herança genética o fizeram se identificar com os indígenas, por isso ele é um índio! Veja bem, tanto no seu estado natal, como no Amazonas, estado do pai do general Mourão, existem negros como ele, mas que não falseiam suas origens étnicas! Alceu Colares, ex-governador do Rio Grande do Sul, que sempre se identificou como negão falador, foi meu colega na militância negra do PDT. No Amazonas, apesar da força indígena, existem resquícios de quilombos africanos em plena Praça 14, centro da capital manauara. Lá ajudei o atual governador a se eleger na eleição extemporânea de outubro passado, o popular negão Amazonino Mendes. Nunca ouvi o Amazonino dizer que é índio. Ele se apresenta como afrodescendente.
Jair Bolsonaro e Mourão querem controlar a oitava potência econômica mundo

Após a declaração inusitada do general filiado ao PRTB de meu amigo Levy Fidélix, as palavras de Mourão, pré-candidato a vice-presidente da República, não agradaram a ninguém; eu e o neto do marechal afrodescendente ficamos indignados, como também ficou parte significativa dos brasileiros: brancos, amarelos, indígenas e negros, que têm consciência de que a raça humana é uma só! Lembramos que cada etnia tem suas características e o racismo impera forte nos quatro cantos do mundo. Muitas vezes o negro de pele mais clara faz o papel de capitão do mato como nos velhos tempos da escravidão, por falta de consciência e imposição do sistema que domina, ao seu modo, os meios de comunicação!
Com o advento das redes sociais, a comunicação fica mais democrática e esclarecedora, e  o general Mourão poderá ler, no seu próprio celular, que ele se esqueceu de um detalhe importante: em todas as etnias existem bons e maus seres humanos; em todas elas há indolentes e malandros, e existem também em todas as etnias os inteligentes e menos inteligentes, esclarecidos e não esclarecidos. O general poderá também saber que na nossa constituição existe a Lei 7716, criada pelo meu colega jornalista e ex-deputado federal, o saudoso Carlos Alberto de Oliveira - CAÓ. Esta lei coíbe os crimes de racismo em nosso país.
Vale lembrar, ainda, que o artigo 20 da Lei 7716/89 diz o seguinte: “Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional é crime. Pena: reclusão de um a três anos e multa.
 Segundo o Jornal Estado de São Paulo e o site UOL, os veículos disseram que a ONG – Educação e Cidadania Afrodescendente (Educafro), pediu ao Ministério Público do Rio Grande do Sul, na tarde de sexta-feira (10), a abertura de investigação por crime de racismo contra o general da reserva Hamilton Mourão, por sua afirmativa infeliz.
Apesar de as 35 embaixadas africanas acreditadas em Brasília não se manifestarem sobre o assunto, por causa da impossibilidade de interferência nas questões internas de nosso país, ainda assim, diversos diplomatas ficaram indignados com a posição do general. Já o ator Jorge Coutinho, 84 anos, presidente do Sindicato dos Artistas do Rio de Janeiro – Sated e conhecido militante da causa negra, se manifestou e disse: “Nós representamos 54% da população brasileira e não temos nenhum representante de peso na administração pública. Apenas Joaquim Barbosa passou pelo poder e deixou sua marca. Fica ruim para nós quando aparece um negão general e se apresenta como índio, que pena! Acho que o Mourão deveria ir para a televisão se explicar:  pedir desculpas aos indígenas e principalmente aos afrodescendentes”, disse Coutinho.
Jorge Coutinho  participou de diversas novelas na Globo e Bicho do Mato na Record

Pelas palavras de Jorge Coutinho, percebe-se a indignação contra a declaração inadequada e provocativa do general Mourão, que desagradou a gregos e troianos, por isso é provável que a desconstrução de Jair Bolsonaro, que lidera as pesquisas para presidente do Brasil, comece a ser feita pelo seu próprio companheiro de chapa, pois suas palavras são fortes e indefensáveis. Acreditamos que ninguém vai votar em quem faz chacota com 54% de nossa população. O general afrodescendente deve desculpas sim aos país, mesmo contribuindo com a derrocada de Bolsonaro, dono do mesmo perfil de seu companheiro de chapa e que nunca teve a simpatia da comunidade negra de nosso país. Fica patente que o cadafalso será o caminho natural da dupla, que se eleita faria mandato desastroso, uma vez que nenhum dos dois indica ter o preparo para o exercício dos cargos que pleiteiam.
Jorge Coutinho ao lado de Ruth de Souza. Ele diz que Mourão tem que pedir desculpa ao Brasil

A indignação com a dupla é dos brasileiros que acompanham com atenção o desenvolvimento do país e está entre os 70% que ainda não definiram o seu voto. O mesmo pensamento é compartilhado por estrangeiros que têm discernimento sobre o desastre para o mundo, que poderá ser uma possível administração sem comando, tendo a dupla de militares populistas à frente e no controle total e absoluto da oitava potência econômica do mundo!

Contato: institutocristal@gmail.com

domingo, 12 de agosto de 2018

ELOGIO DE REGUFFE AJUDA A CAMPANHA DE HÉLIO JOSÉ PARA A CÂMARA FEDERAL!

Hélio José luta pra vencer e vencer
Por: Walter Brito
          O trabalho do engenheiro elétrico, funcionário de carreira concursado do governo de Brasília e senador da República Hélio José, é reconhecido pelo senador Reguffe (sem partido) e pelas pessoas mais simples de todos os cantos de Brasília.
           O senador filiado ao Pros tem o gabinete mais movimentado do Senado Federal, o que mostra claramente sua relação forte com todos os segmentos da sociedade, principalmente com as pessoas mais simples. Relator da Reforma da Previdência, o senador tem se destacado na defesa do servidor público, bem como na defesa inconteste dos projetos que favorecem o povo mais simples de Brasília e do país. Hélio José foi um dos maiores contestadores do projeto da Reforma Trabalhista apresentado pelo governo Temer. O parlamentar foi um dos coordenadores da regularização fundiária em Brasília, que beneficiou milhares de famílias.
           Vale ressaltar que o candidato a deputado federal pelo Pros, Hélio José, é originário da região do Entorno de Brasília e se tornou um dos parlamentares que mais deu atenção aos municípios que circundam a capital brasileira. A Região Integrada de Municípios do Entorno-RIDE, é formada por 36 municípios, dos quais a maioria pertence ao Estado de Goiás. Lembramos ainda que nos referidos municípios, cerca de 150 mil eleitores que lá residem votam em Brasília.
           Na última pesquisa realizada pelo Instituto Phoenix referente à intenção de votos no Distrito Federal, quando foram ouvidos 1200 eleitores, oportunidade em que a pesquisa foi registrada no TRE-DF com o número 02743/2018, o senador do Pros e candidato a deputado federal Hélio José encontra-se em sétimo lugar na pergunta estimulada, o que o coloca entre os prováveis eleitos no mês de outubro.
           A reportagem entrevistou o senador Hélio José, quando perguntamos sobre a boa citação dele nas pesquisas. Ele afirmou o seguinte: “É com muita humildade que recebo a notícia de que continuo entre os oito possíveis eleitos para deputado federal. Enquanto isso, o meu trabalho no Senado segue firme e a todo vapor, sempre na defesa do povo brasileiro e procurando melhorias efetivas para os brasilienses. Obviamente, o nosso trabalho feito na regularização fundiária do DF, quando milhares de famílias foram beneficiadas; a nossa participação como relator da Reforma da Previdência e a nossa posição firme contra a Reforma Trabalhista proposta pelo Palácio do Planalto, que certamente prejudicaria o servidor público e o trabalhador de um modo geral; tudo isso contribuiu para o aumento de nossa visibilidade junto ao eleitorado. Aproveito para agradecer o reconhecimento da população de Brasília e também dos habitantes dos 36 municípios do Entorno do DF, região pela qual tenho respeito, carinho e trabalho prestado! Agradeço de forma especial ao senador Reguffe, meu amigo pessoal, que é considerado uma das maiores referências da política nacional. A sua deferência me anima e me deixa convicto de que estou no rumo certo e sem medo de concorrentes da disputa do pleito que se aproxima. Reforço e agradeço com muita satisfação e carinho o povo de Brasília, que me prestigia nas pesquisas e que certamente continuará com meu nome na cabeça e no coração, até o dia em que decidiremos o futuro do Brasil e de Brasília, no pleito eleitoral do dia 7 de outubro! Acrescento ainda que, a partir do momento da autorização da campanha política pela lei eleitoral, vou para as ruas abraçar e agradecer pessoalmente o povo pelo apoio demonstrado na citação das pesquisas, oportunidade em que apresentarei o meu projeto rumo à Câmara Federal.” Finalizou Hélio José. Veja Abaixo a pesquisa do Instituto Phoenix, realizada no mês de julho, cuja pergunta estimulada mostra Hélio José como sétimo colocado.




quinta-feira, 9 de agosto de 2018

POVÃO DE RORIZ NA CONVENÇÃO DO MDB!

O advogado Ibaneis é o candidato a governador pelo MDB e empresário Paulo Octávio, candidato ao Senado pelo PP


POR: WALTER BRITO

   O MDB velho de guerra voltou aos tempos áureos, um dia após os 82 anos de Joaquim Domingos Roriz, que, ao lado de Ulisses Guimarães, foi sem dúvidas um de seus maiores guerreiros. O fato se deu na convenção do MDB no último domingo, dia 5, quando cerca de 6 mil pessoas de todos os cantos de Brasília aplaudiram Ibaneis Rocha como candidato do Movimento Democrático Brasileiro ao governo de Brasília.

Ibaneis Rocha na convenção MDB
   Notamos no auditório da LBV a presença maciça das mais importantes lideranças de Samambaia, Ceilândia, Taguatinga, Gama e outras cidades, entre as quais muitas que trabalharam com Joaquim Roriz por décadas. Uma delas, abordada pela reportagem, foi a Dona Maria Antônia Elizeu, 72 anos e comerciante em Samambaia. Questionada pelo Diário da Manhã sobre sua presença na convenção do MDB, ela argumentou: “Todos nós seres humanos temos nossas referências. Joaquim Roriz é a referência de minha família e da maioria das famílias de Samambaia. Ele criou nossa cidade e ganhamos o terreno onde moro e o espaço comercial com que ajudei a criar meus filhos. O Tadeu Filippelli sempre nos apoiou. Agora surge uma nova liderança no MDB apresentada por ele, que é o advogado Ibaneis Rocha. O discurso me agradou, principalmente quando ele disse que vai resolver os problemas de Brasília que os outros políticos não resolveram. Lembro ainda que, depois de Roriz, a nossa cidade ficou abandonada. Estou com Ibaneis desta vez, ” disse Dona Maria Antônia.

ENTREVISTA COM SEVERINO CAJAZEIRAS

Severino Cajazeiras
   Conversamos também com o advogado mais popular de Brasília e professor de Direito Tributário, Severino Cajazeiras. Ele também opinou sobre a convenção do MDB e a candidatura de Ibaneis Rocha ao governo de Brasília: “ Tive o privilégio de ter sido professor de Ibaneis Rocha na faculdade de Direito, bem como sou professor de três gerações de operadores do Direito no DF. Por isso eu conheço bem o Ibaneis e conheço como a maioria dos advogados de Brasília avalia a conduta do brasiliense e piauiense Ibaneis Rocha. Ele nasceu em Brasília, mas passou sua adolescência na cidade de Corrente, no Piauí. Ao se formar em Direito no DF, ele venceu os obstáculos da vida por meio de sua luta diária e dedicação a nossa honrada profissão de advogado. Depois de seu sucesso como advogado, Ibaneis foi, sem dúvidas, um dos melhores gestores que a OAB/DF teve. Na ocasião fui o seu vice-presidente e sei da importância de seu trabalho para a advocacia e para os advogados. Ibaneis mostrou sua competência também como conselheiro nacional da OAB, enquanto lá esteve. Agora percebo que chegou a hora de ele ajudar a cidade que ama e onde criou seus filhos. A sua simplicidade, lealdade e honradez, certamente ajudarão a conquistar os votos do povo de Brasília. Acredito que nossa cidade vai ganhar, tendo como gestor um homem sensível e que gosta de ajudar as pessoas como Ibaneis Rocha. Além disso, ele é um grande executivo e totalmente desvinculado da velha política que sempre atrapalhou o progresso de Brasília. Notei a presença significativa na convenção das pessoas que gostam do Roriz e o acompanharam por muitos anos. Nestes dois meses de campanha, a população de Brasília vai perceber quem é Ibaneis e acredito firmemente que parte significativa de todos os segmentos de nossa sociedade vai dar as mãos ao novo líder do MDB. Sou também candidato a deputado distrital pelo Avante. Acredito, ainda, caso Ibaneis seja eleito, que ele fará o povo desta cidade sorrir por meio de uma gestão moderna e comandada por quem nunca foi político, ” concluiu Severino.

ENTREVISTA COM O PRESIDENTE DO PSL, NEWTON LINS
Newton Lins PSL
   Outro nome que encontramos nos corredores da LBV durante a convenção do MDB foi o advogado Newton Lins, presidente do PSL no DF. Ele deu sua opinião sobre a convenção do MDB: “A convenção do MDB foi espetacular. Vejo que o partido está conduzindo muito bem o processo que tem o objetivo de eleger o meu colega advogado Ibaneis Rocha para o governo do Distrito Federal. O Avante vem dando uma contribuição fundamental, quando ofertou um vice de qualidade, que é o empresário brasiliense Paco Brito. Somos portanto cinco partidos na coligação: MDB/Avante/PP/PPL/PSL. Brasília agora tem condições de ter sua história política passada a limpo, quando teremos equilíbrio depois deste momento de instabilidade política e administrativa, protagonizado pela atual administração e outras ao longo dos últimos anos. Sou candidato a deputado federal pelo PSL e apoio Ibaneis para o Palácio do Buriti. Ibaneis é um apaziguador, tem autonomia e independência para falar e decidir. Sua candidatura é forjada para vencer. No plano nacional estou com Jair Bolsonaro para Presidência da República,” concluiu Newton Lins.
   Foi com esse entusiasmo e clima festivo no auditório da LBV, que se deu a convenção que homologou Ibaneis Rocha (MDB) para o governo, Paco Brito (Avante) para vice-governador, Paulo Octávio (PP) para o Senado, João Pedro Ferraz  (PPL), para o Senado.
   Os 30 mil advogados de Brasília prometem convencer a classe média a votar no renomado advogado de 46 anos, Ibaneis Rocha, que nasceu em Brasília e tem raízes profundas no Piauí. Desta forma, Ibaneis poderá ter também o apoio da colônia piauiense e dos representantes das classes sociais menos favorecidas representadas na convenção do MDB. Esse público mostra claro suas afinidades com Ibaneis. Percebe-se, portanto, que será uma eleição bastante disputada.

MAIS 11 CANDIDATOS AO GDF
Eliana Pedrosa
   Por outro lado, vale lembrar que a candidatura de Eliana Pedrosa (Pros), que tem Alírio Neto (PTB) como vice, começa a ganhar visibilidade com a desistência de Jofran Frejat (PR). Eliana conta com os seguintes partidos: Pros/PTB/PMN/PMB/PTC/Patriota/PHS. A via alternativa comandada por Cristovam (PPS), que tem o ex-governador Rogério Rosso (PSD) como candidato ao Buriti, é outro projeto que promete crescer e empolgar a militância. A coligação que apoia Rosso tem os seguintes partidos: PSD/PPS/PRB/Podemos/Solidariedade/PSC. A candidatura do coronel da reserva Alberto Fraga (DEM) tem tudo para caminhar firme rumo ao Buriti, pois Fraga teve votação expressiva para deputado federal na última eleição. O apoio de Arruda certamente dará consistência ao projeto de Fraga, que tem Izalci Lucas (PSDB) como candidato ao Senado. Estão com Fraga e Isalci, o PR e o DC. O PT apresentou Júlio Miragaya, para a disputa do Buriti, enquanto que o PSOL apresentou Fátima Sousa. Apoia também a candidata do PSOL o PCB. No PSTU, o professor da rede pública, Antônio Gullen, disputará o governo. O PCO terá como candidato ao GDF o bancário Renan Rosa. Já o PRTB lançou o major do Corpo de Bombeiros, Paulo Thiago, para o Buriti, e o PRP contará com o general da reserva do Exército, Paulo Chagas. O Partido Novo escolheu em convenção o empresário e herdeiro do grupo Giraffas, Alexandre Guerra. Por último, o governador Rodrigo Rollemberg (PSB), cuja coligação é formada por quatro legendas: PSB/REDE/PV/PCdoB.

Rogério Rosso convenção-PSD
Alberto Fraga
General Paulo Chagas

Alexandre Guerra

   Acreditamos que será uma eleição de dois turnos, quando direita e esquerda estão divididas. Desta forma, o maior favorecido é o atual governador Rodrigo Rollemberg, que disputa a reeleição. Apesar de ter índice de rejeição alto, o governo de Rollemberg não se envolveu em casos de corrupção e conta com quadros na majoritária que podem balançar o eleitorado, como Leila do Vôlei, candidata ao Senado pelo PSB, e Chico Leite, do Partido Verde, também candidato ao Senado. Chico, junto com seu prestígio pessoal, leva o apoio da presidenciável Marina Silva, muito querida na capital brasileira.
Rodrigo Rollemberg- PSB

PT DE BRASÍLIA CRESCE NO FINAL
Júlio Miragaya-PT
   Outra questão a ser analisada na disputa da eleição que se aproxima é o desempenho do Partido dos Trabalhadores - PT, que sempre falou alto nas eleições de Brasília e costuma crescer na reta final. As candidaturas das velhas raposas do PT, que disputarão vagas no parlamento distrital, como Geraldo Magela, Arlete Sampaio e o próprio Chico Vigilante, que aliás lidera a maioria das pesquisas para a Câmara Legislativa do DF, podem fazer a diferença e potencializar a candidatura do desconhecido Miragaya. Nesta seara existe no seio da família vermelha de Brasília um sentimento pela prisão de seu maior líder, o ex-operário Luiz Inácio Lula da Silva. Esta também é uma questão que se alia às demais para que o PT tenha uma boa performance nas eleições de outubro no DF. As candidaturas do general Paulo Chagas (PRP) e do empresário Alexandre Guerra (Novo) ainda não mostraram potencial de crescimento. As demais participam do jogo democrático para marcar posição.
   A candidatura do advogado Ibaneis Rocha, obviamente, mexe com muita força no tabuleiro da política candanga. O tempo de televisão da coligação é significativo e, se bem usado, ajudará o advogado a ficar conhecido pelo grande público. O fato de Ibaneis nunca ter sido um político o diferencia dos demais que disputam com chances de crescimento. Entre todas as convenções realizadas no DF, a que mais empolgou o eleitor foi a do MDB. A sorte está lançada e Brasília tem um leque de 12 opções para decidir quem fica com o voto do povo no dia 7 de outubro. Que vença o melhor!

domingo, 5 de agosto de 2018

LEILA DO VÔLEI SERÁ O REGUFFE DE SAIAS NAS ELEIÇÕES DE BRASÍLIA


Leila do Vôlei é o Reguffe de saias
Reguffe poderá apoiar Leila do Vôlei para o GDF

A matéria abaixo foi publicada no mês de abril pelo Diário da Manhã e Revista o Parlamento. A Leila agora é candidata ao Senado pelo PSB e poderá ser uma das mais votadas para o cargo no país!  
Veja a pesquisa para o Senado, realizada entre os dias 15 e 18 de julho abaixo desta matéria. Registro no TRE-DF 027443/2018

POR: WALTER BRITO

Antônio Reguffe é senador da República eleito em Brasília com 826.576 votos em 2014. Na eleição de 2010 ele se elegeu deputado federal e obteve 266.465 votos, correspondentes a 18,95%, o que lhe deu o título de deputado federal mais bem votado proporcionalmente do país. O parlamentar é considerado um dos mais éticos da história política do Brasil. Vale lembrar que em sua campanha para o Senado, Reguffe não teve nenhum placa nas ruas, nenhum comitê, nenhum cabo eleitoral pago; além disso, os seus panfletos eram escritos por ele e distribuídos de mão em mão pelo próprio campeão de votos do Distrito Federal nos últimos anos.
O fenômeno Reguffe começou num programa de televisão intitulado: “Ideias com Reguffe”, quando o jornalista e economista, formado pela UnB, discorria sobre variados temas de interesse da sociedade e, ao seu modo! No seu programa de TV, ele entrevistava as pessoas que a seu ver poderiam de alguma forma contribuir com o desenvolvimento de Brasília. O ponto alto das discussões se deu nas eleições da OAB/DF em 2003, oportunidade em que foram realizados os principais debates daquela concorrida eleição. Estefânia Viveiros venceu o pleito com 2.970 votos. Os demais concorrentes foram: Eduardo Roriz, Paulo Guimarães e Guilherme Castelo Branco. No ano de 2006 começava a gloriosa trajetória política de Reguffe, quando ele se elegeu para deputado distrital pelo PDT com 25.805 votos.
A eleição que se aproxima promete ser a de outsiders, ou seja, candidatos com perfis que a sociedade exige e diferenciados dos políticos tradicionais. A secretária de Estado de Esporte, Turismo e Lazer do Distrito Federal, Leila Barros (PRB) tem esse perfil. Na eleição de 2014 ela obteve 11.125 votos, correspondentes a 0,73%. A suplente de deputada distrital gastou 17 mil reais, dos quais 3 mil reais foram de seu próprio bolso e o restante ofertados pelo esposo e alguns amigos na forma da lei. Ela se recusou a receber dinheiro farto oferecido por meio do caixa 2. Criteriosa e lutadora por uma Brasília melhor e sem corrupção, Leila do Vôlei, nos últimos três anos, se destacou como a melhor secretária do governo comandada pelo socialista Rodrigo Rollemberg.
O trabalho de Leila do Vôlei como gestora de uma secretaria importante deu resultados, e hoje ela é convidada para disputar cargos para deputada distrital, deputada federal, senadora e governadora por diversos partidos. A luta constante do governador Rodrigo Rollemberg é tentar segurá-la ao seu lado nas eleições de outubro. A campeã brasileira que encantou o mundo nas Olimpíadas de Barcelona, Atlanta e Sydney, tem como referências em Brasília o senador Cristovam Buarque, com quem tem conversado muito sobre o seu futuro político, e Antônio Reguffe, seu ídolo e também admirador. 

Leila representa o espirito de atleta vencendor na política

Cristovam ajudará Leila Barros escolher o melhor caminho
Entre os presidenciáveis, a campeã brasileira confidenciou a este repórter que seu voto será cravado em Álvaro Dias (Podemos), de estilo bem diferente de Geraldo Alckmin (PSDB), candidato ao Palácio do Planalto, da preferência do governador de Brasília Rodrigo Rollemberg (PSB). Por uma coincidência do destino, outro dia em um bate-papo com o senador Álvaro Dias, ele me disse que Leila do Vôlei tem um perfil muito bom para disputar a eleição que se aproxima, inclusive no que diz respeito ao embate rumo ao Palácio do Buriti: “A Leila faz parte do time ideal que eu gostaria de montar em Brasília”. Vale lembrar que Eliana Pedrosa é presidente do Podemos do DF e pré-candidata ao Buriti. Contudo, até o dia 7 de abril muita coisa poderá mudar. Eliana é uma pessoa muito respeitada em Brasília, pontua bem para todos os cargos e está no jogo, mas o destino de cada um está traçado, Maktub!
No nosso entendimento, os nomes de maior aceitação e que o brasiliense poderia abraçar para o governo, certamente passam por três lideranças: O próprio governador Rodrigo Rollemberg que, apesar da rejeição alta, as últimas pesquisas indicam que está diminuindo e deve baixar mais ainda no decorrer da campanha, quando ele mostrar as vantagens que o seu governo trouxe para Brasília. Ele não está envolvido na Lava Jato, agiu rápido quando desmoronou o viaduto no início deste ano, o que ajudou a melhorar sua performance, e pontua entre 5% e 6% nas pesquisas de intenção de votos para a reeleição. Ele já pontuou na fase crítica de seu governo com 0,5% de intenção de votos. Segurar Leila do Vôlei ao seu lado é certamente o mais importante dever de casa de Rodrigo Rollemberg.
Outro nome que ajuda a decidir qualquer eleição em Brasília é o senador Reguffe. Cristovam Buarque e Reguffe podem eleger até um poste, desde que o referido poste tenha iluminação razoável. No caso de Leila, ela não é um poste, tem luz própria e Brasília poderá ter uma outsider governadora e campeã brasileira. Leila Barros nasceu e estudou em Taguatinga e ganhou o mundo. Jofran Frejat é o primeiro colocado nas pesquisas para governador, quando é retirado o nome de Reguffe da pergunta estimulada. Entretanto, Jofran ainda não conseguiu um grupo consistente para que ele possa enfrentar Rodrigo Rollemberg.
A capital de todos os brasileiros aguarda com grande expectativa o dia D, que é o dia 7 de abril, data em que se definem as filiações partidárias. Entrevistada pela reportagem, a estudante Laís Fernanda, moradora do Riacho Fundo II, disse o seguinte: “Acho que se Reguffe e Cristovam apoiarem Leila do Vôlei, a nossa campeã marcará mais um gol de placa e será a comandante de Brasília. Ela tem o mesmo perfil do senador Reguffe. Além disso, muita gente fala que Leila Barros é o Reguffe de saias”. 


Rodrigo Rollemberg não quer abrir mão de Leila Barros!
Leila Barros- das quadras para o Palácio do Buriti


 

Jofran lidera as pesquisas, mas aguarda o apoio do centro e da direita







quarta-feira, 1 de agosto de 2018

CHICO VIGILANTE NA LIDERANÇA PARA O PARLAMENTO DISTRITAL

 1º Chico Vigilante é o primeiro colocado para distrital


Por: Walter Brito

              Nesta edição do jornal Diário da Manhã    , publicamos pesquisa para deputado distrital em Brasília, cujo registro no TRE-DF é o 02743/2018. Vale lembrar que a pesquisa foi realizada entre os dias 15 e 18 de julho, quando foram ouvidos 1200 eleitores em todas as regiões da capital brasileira. A margem de erro é de 2,1% para mais ou para menos, e o nível de confiança é de 95%.
              De acordo com a referida pesquisa, Chico Vigilante (PT) continua liderando, no que diz respeito à disputa de vagas para a Câmara Legislativa do Distrito Federal. Lembramos que na segunda rodada de pesquisas do Instituto Phoenix, publicada este ano, deu Chico Vigilante em primeiro lugar. A pesquisa em pauta refere-se à terceira rodada. Segundo o cientista político Juvenil Coelho, o resultado desta pesquisa mostra claramente que o Partido do Trabalhadores - PT, apesar da prisão do seu maior líder, o ex-presidente Lula, a sigla simbolizada pela estrela vermelha, continua em alta e poderá ser uma grande surpresa nas eleições que se aproximam.
        Chico Vigilante pontuou com o percentual de 2,91%, correspondente a 35 citações dos eleitores de Brasília. O ex-vigilante de nome Chico pleiteia uma vaga no parlamento distrital pela quarta vez. Chico Vigilante foi também deputado federal por dois mandatos.
   Vale ressaltar que Francisco Domingos dos Santos, nascido em Vitorino Freire, no Maranhão, veio para Brasília em 1977, e em 1979 entrou para a vida pública, quando criou a Associação dos Vigilantes do Distrito Federal. Apesar de votação expressiva para deputado constituinte em 1986, ele não tomou posse por conta do cociente eleitoral, que foi insuficiente. O maranhense se elegeu deputado federal em 1990 e foi reeleito em 1994 o deputado federal mais votado de Brasília e proporcionalmente o mais votado do Brasil. O compadre do ex-presidente Lula, que aliás ajudou a fundar o PT, deverá chegar ao quarto mandato na Câmara Legislativa do DF com muita bagagem para continuar contribuindo com o povo de Brasília. Questionado pela reportagem do Diário da Manhã sobre a posição de destaque na pesquisa, ele argumentou: “O povo de Brasília é muito generoso comigo, e não é a primeira vez que isso ocorre, nem só nas pesquisas, mas também como o deputado federal mais votado no Brasil em 1994. Sei que é muito difícil continuar em primeiro lugar, num momento em que a população fala em renovação. O mesmo ocorre com meu compadre Lula, maior líder político deste país, que, embora preso, pesquisas recentes indicam que ele tem 42% de intenção de votos do eleitorado brasileiro e poderá ganhar a eleição para presidente do Brasil no primeiro turno”, arrematou.
Perguntamos também ao ex-vigilante sobre as pesquisas qualitativas que indicam a ascensão da mulher nas eleições que se aproximam. Ele disse o seguinte: “Concordo plenamente com a participação da mulher no poder, e este momento é propício! Tive a oportunidade de conversar com a companheira Arlete Sampaio, no sentido de ela se candidatar ao Palácio do Buriti, pois a vez dela poderia ser esta. Arlete declinou de nossa indicação e disputará uma vaga na Câmara Legislativa, onde certamente será eleita”, concluiu Chico vigilante.

2º O ex-diretor do Senado Agaciel Maia, joga pesado para ser o mais votado
O segundo colocado na pesquisa do Instituto Phoenix foi o deputado Agaciel Maia (PR), com 2,5% de intenção de votos. Na terceira colocação ficou a ex-secretária de esporte do Distrito Federal, Leila do Vôlei (PSB), empatada com o ex-administrador de Samambaia, Risomar Carvalho (PSD), ambos com 2% de intenção de votos, correspondentes a 24 citações cada, entre os 1200 entrevistados. Veja abaixo da matéria a tabela completa para deputado distrital.

3º Leila do Vôlei poderá ser uma das mais votadas para a Câmara Legislativa do DF
4º Risomar Carvalho foi administrador de Samambaia

Se a eleição fosse hoje, os 13 mais citados entre os 24 que comporão a nova Câmara Legislativa do DF pertenceriam aos candidatos sem mandato. Portanto, a renovação caminha a passos largos e a todo vapor. De acordo com o cientista político Juvenil Carvalho, a renovação no parlamento distrital chegará a 70%. “O povo quer renovação na Câmara Legislativa do Distrito Federal e para os demais cargos, inclusive para presidente do Brasil.       
No caso da Câmara Legislativa, teremos um dado diferenciado e que nunca ocorreu no parlamento brasiliense. Tudo indica que os eleitores de Brasília almejam eleger um número significativo de mulheres, que poderá chegar ao placar inusitado de 12 mulheres e 12 homens; mesmo com número menor de mulheres pleiteando o cargo! Muitas mulheres que ainda não passaram na convenção e hoje são desconhecidas da maioria do eleitorado, de acordo com pesquisas qualitativas, podem crescer e se elegerem no dia 7 de outubro, pois na eleição que se aproxima, a mulher será protagonista. Lembro ainda que, além de a mulher representar percentual insignificante entre os condenados e presos na Operação Lava Jato, a mulher brasiliense, de todas as tendências ideológicas, em sua maioria, entende que Dilma Rousseff foi injustiçada no processo de impeachment. Por isso, a vontade de experimentar a mulher no poder. Neste sentido, apesar da maioria de mulheres de todos os segmentos, da Ceilândia ao Lago Sul, e de acordo com a pesquisa qualitativa realizada pelo Instituto Phoenix, em quatro rodadas, do início do mês de maio ao final de julho, nos mostra que o partido mais querido pela mulher brasiliense é o Partido dos Trabalhadores (PT). Em segundo lugar, o Partido da Mulher Brasileira-PMB. Por isso, o sexo feminino terá prioridade nas urnas, com uma ligeira vantagem para mulheres que pertencem ao Partido dos Trabalhadores,” sentenciou Juvenil Carvalho.
Concordamos em parte com o cientista político Juvenil Carvalho, e acreditamos firmemente que além da metade da nova Câmara Legislativa do DF formada por mulheres, Brasília poderá ter surpresas na disputa para o Senado e também para o Palácio do Buriti, onde a presença feminina se destacará. Nesta seara, existem mulheres pontuando bem e podem dar trabalho. Além disso, militares de diversas patentes terão bom desempenho nas eleições de outubro!

5º Rafael Prudente (PMDB)
6º Delmasso tem tudo para se reeleger
7º Apesar de bem colocada nas pesquisas, Liliane, filha de Roriz, não deve concorrer ao parlamento distrital
8º Guarda Jânio (PROS)
9º Pastor Daniel Castro é a esperança do PSC

10º O representante de Planaltina - DF, o professor Jordenes, ele pontua bem e pode levar!





quinta-feira, 26 de julho de 2018

MULHERES CANDIDATAS PEDEM AS BÊNÇÃOS DE NOSSA SENHORA EM BRASÍLIA!



Natália Mazzoli pede proteção para Nossa Senhora de Fátima abençoar todas candidatas de Brasília

Por: Walter Brito

   Nesta matéria publicamos pesquisa do Instituto Phoenix, cujo registro no TRE- DF é 02743/2018. Na referida pesquisa, diversas mulheres já foram citadas para a disputa de cargo da eleição que se aproxima.
   A capital brasileira é conhecida pelo seu misticismo, pois abriga religiões de todo o planeta Terra. Existe, inclusive, uma herança profética que paira na cabeça de cada brasiliense referente ao sonho de Dom Bosco: “Aparecerá aqui a terra prometida, de onde jorrará leite e mel. Será uma riqueza inconcebível.” Tais palavras são consideradas por muitos como uma profecia da construção de Brasília.
   Brasília, cidade-estado que hospeda quase 200 representações diplomáticas, convive com religiões das mais diversas, como Vale do Amanhecer, doutrina espiritualista que agrega elementos de várias religiões, criada por Tia Neiva em 1969. A Igreja Católica detém 56% de fiéis em suas fileiras no DF, enquanto que 31,50% são evangélicos. Os demais 12,50% estão divididos entre ateus, espíritas, umbandistas, budistas, islamitas, candomblecistas, judaístas, bahá'ís, hinduístas, entre outros. Vale ainda ressaltar que o médium João de Deus, que recebe 10 mil pessoas de diversas nacionalidades por semana na cidade de Abadiânia, distante 119 km do Palácio do Planalto e localizada na Região Metropolitana de Brasília, também é parte integrante da religiosidade candanga, pois 70% dos que frequentam a Casa Dom Inácio de Loyola, dirigida por João de Deus, ou moram em Brasília e região ou passam por Brasília, provenientes dos quatro cantos do país e do mundo. O próprio governador Rodrigo Rollemberg é filho da Casa Dom Inácio de Loyola e conta com o apoio espiritual do médium João de Deus. Aliás, na entrada da referida instituição existe um pôster em destaque do governador brasiliense.
   As pesquisas qualitativas dizem que na eleição de Brasília as mulheres estarão em destaque e certamente conquistarão mais vagas em todos os poderes do que as que têm hoje. Conhecedores da política, como o cientista Juvenil Carvalho, diretor-presidente do Instituto Phoenix, dizem com todas as letras, por exemplo, que Brasília não elegerá dois senadores do sexo masculino, ou seja, elegeremos como nossos representantes no Senado da República um homem e uma mulher, independentemente de questões ideológicas.
Mulheres de diversos partidos posam de frente a Igrejinha do DF, para o Diário da Manhã.

   
A Igreja de Nossa Senhora de Fátima, localizada entre as quadras 307 e 308, foi o primeiro templo de alvenaria erguido em Brasília e inaugurado em 28 de junho de 1958. A obra do arquiteto Oscar Niemeyer foi construída em 100 dias, cujo formato arquitetônico simboliza um chapéu de freiras. Diz ainda a história que o referido projeto teve o objetivo de pagar uma promessa da então primeira-dama do país, dona Sarah Kubitschek, feita para curar sua filha, Márcia Kubitschek. Na terça-feira, dia 24 de julho, 82 mulheres, pré-candidatas a diversos cargos nas eleições que se aproximam, estiveram durante toda a manhã fazendo uma verdadeira vigília de frente à igreja, quando tiraram fotografias, oraram, traçaram estratégias para a disputa eleitoral e se postaram de forma  independente dos credos que professam. Elas pediram as bênçãos de Nossa Senhora de Fátima, para que a santa portuguesa as abençoe na disputa do pleito do dia 7 de outubro.
Paula Benetti, uma candidata a deputada distrital do PRB, Natália Mazzoli e a candidata ao Senado pelo PSB, Leany Lemos

Quase todos os partidos políticos já embarcaram no discurso de que a mulher será a protagonista das eleições em Brasília. Uma das mais animadas no evento era Leany Lemos (PSB), ex-secretária de planejamento do governo Rodrigo Rollemberg, doutora em Estudos Comparativos das Américas pela Universidade de Brasília-UnB. Ela estava a tiracolo com a também psbista Leila do Vôlei. As pré-candidatas do centro-esquerda representavam a grande maioria. Entretanto, as pré-candidatas que se dispuseram a dar suas explicações sobre o movimento suprapartidário das mulheres candidatas de Brasília foram: Lineuda da Sustentabilidade (Pros), pré-candidata a deputada federal; Paula Belmonte (PPS), pré-candidata a deputada federal; Paula Benett, ativista transexual e pré-candidata a deputada federal pelo PSB, e a gestora da saúde pública no DF, Natália Mazzoli, pré-candidata ao Senado da República pelo Podemos. Lineuda afirmou o seguinte: “É de extrema importância a reunião de mulheres que professam credos diferentes e pertencem a siglas partidárias diferentes. O nosso encontro é pela ascensão da mulher na política e em outros setores da vida pública e privada. Trabalho com foco no discurso que tem o objetivo de conscientizar a sociedade sobre a sustentabilidade. 
Leila do Vôlei, Natália Mazzoli e Lineuda da Sustentabilidade

Vale ressaltar que na própria administração pública é prioridade e se dá por meio de logística sustentável,  para que o governo seja mais responsável com o nosso dinheiro e que o sagrado imposto do trabalhador seja compensado naquilo que ele usa. Sou contra a mulher na política que se envolve na corrupção e atrapalha o nosso avanço. O meu partido, o Pros, tem como candidata escolhida em convenção Eliana Pedrosa, que deverá ser a primeira governadora eleita do Distrito Federal”, pontuou Lineuda. Ouvimos também a pré-candidata a deputada federal, Paula Benett (PSB). Questionada pela reportagem do jornal Diário da Manhã sobre o encontro na igrejinha de Fátima, ela disse: “A minha candidatura tem uma simbologia muito grande, pois é a primeira vez na história de Brasília que um transexual se apresenta com o objetivo de defender a mulher transexual, a bandeira LGBT e mais direitos para as mulheres de um modo geral e contra qualquer forma de opressão, tais como violência e preconceito contra o sexo feminino”, argumentou Benett. 
Paula Belmonte, filiada ao partido do senador Cristovam, o PPS: Paula disse para reportagem que quer todas as mulheres fora da corrupção

Em seguida, ouvimos a empresária Paula Belmonte, que informou o seguinte à reportagem: “A mulher tem a visão de uma política mais humana, por isso precisa de participar de forma efetiva de todos os poderes. Sou mãe de seis filhos, empresária e percebo em minhas andanças na pré-campanha pelo Distrito Federal que as pessoas exigem renovação na política, e a mulher é a bola da vez desta eleição. Tenho compromisso com a moral e com a ética e sou contra mulheres que entram na política e se envolvem na corrupção,” sentenciou Paula Belmonte. 
Leila do Vôlei e Natália Mazzoli

Por último, ouvimos Natália Mazzoli, que argumentou: “Sou presidente licenciada do Movimento Iinternacional no Brasil Nem uma a menos. Não vamos admitir nenhuma mulher violentada, nenhuma mulher assassinada, como aconteceu recentemente com a Marielle Franco no Rio de Janeiro. O nosso encontro aqui na Igreja Nossa Senhora de Fátima tem também o objetivo de pedir as bênçãos desta santa portuguesa milagrosa, para abençoar a caminhada de todas as mulheres que militam na política brasiliense, especialmente as mulheres que disputarão algum cargo na eleição que se aproxima. Sou gestora da saúde pública há 26 anos e ajudei a salvar centenas de vidas no Hospital da Asa Norte-HRAN. Acredito firmemente que o povo de Brasília já entendeu que a mulher precisa de poder na administração pública e a hora é esta. As mulheres serão as protagonistas das eleições de Brasília no mês de outubro e servirão de exemplo para o resto do país e outros países do mundo”, finalizou Natália. Veja resultado da pesquisa realizada pelo Instituto Phoenix. (deputado federal - espontânea e estimulada e senador estimulada : 1ª e 2ª opção).  









   Como se vê, as mulheres de Brasília estão determinadas a vencer e vencer! De acordo com as pesquisas feitas pelo Instituto Phoenix, mulheres como Leila do Vôlei, Natália Mazzoli, Lineuda da Sustentabilidade, Paula Belmonte e Leany Lemos, já aparecem nas pesquisas espontâneas e estimuladas e prometem mudar para melhor a história da mulher na política brasiliense. Que Nossa Senhora de Fátima seja a inspiradora da mulher brasiliense na política, não só no pleito eleitoral, mas que obtenham êxito nos postos para os quais forem eleitas.