.Prefeitura de Hidrolândia

.Prefeitura de Hidrolândia

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

O empresário da construção civil, Marcos Garzon, fala sobre o sucesso da Região Metropolitana de Brasília


Marcos Garzon

Por: Walter Brito

Marcos Garzon, advogado especialista em comunicação e marketing, dirige a empresa Mgarzon, em Brasília, criada por seu pai no Rio de Janeiro há 78 anos. Sua empresa já contabiliza a entrega de 502 empreendimentos bem-sucedidos em diversas partes do país. Agora o empresário comemora o crescimento da Região Metropolitana de Brasília, onde a Mgarzon investe pesado. Marcos está entusiasmado com a construção do edifício Taj Mahal na cidade de Formosa, com 136 apartamentos. Segundo ele, o empreendimento simboliza a verticalização e o sucesso imobiliário na Região do Entorno de Brasília, interagindo com 41 municípios, e quase 5 milhões de habitantes.

A cidade de Formosa localiza-se a 80 km do Palácio do Planalto, e de acordo com as palavras de Garzon, a cidade que é o portal do Nordeste Goiano representa o futuro; nem só na prosperidade imobiliária, mas também como referência na qualidade de vida. “Em qualquer lugar do mundo, as capitais e cidades grandes agregam suas regiões metropolitanas. A maioria dessas regiões oferecem melhor qualidade de vida, opções de lazer, menos poluição que as grandes cidades. E mais, o contato com a natureza certamente faz o diferencial. Nesse sentido, a cidade de Formosa, distante 40 minutos do Plano Piloto em Brasília, tem um futuro promissor, e vejo que os investidores estão entusiasmados, pois recebo uma média de 20 pessoas por semana no meu escritório em Brasília, interessadas na aquisição de imóveis no Entorno do DF. O Taj Mahal é um empreendimento moderno e arrojado, que está valorizando a cidade de Formosa. Trata-se de um edifício com 14 andares e duas torres de apartamentos, com 139 metros quadrados. Entretanto, existem apartamentos com 176 metros quadrados, inclusive duplex comparados aos de Brasília. Os preços são os melhores, variando entre R$ 600 mil a um milhão de reais.”

Questionado pela reportagem do Diário da Manhã, sobre o interesse de formosenses e brasilienses na aquisição de apartamentos no Taj Mahal, Garzon afirmou: “a renda per capita do brasiliense é a maior do Brasil, portanto, quando a pessoa adquire o primeiro imóvel em Brasília, a segunda opção atualmente é a procura de imóvel de alto padrão na Região Metropolitana, pois é a metade do preço e no caso do Taj Mahal, fica a 15 minutos da Lagoa Feia, que é uma das maravilhas da natureza em toda a região. Na mesma distância encontra-se a cachoeira Salto do Itiquira, a maior queda livre acessível do País; além do Buraco das Araras, e outras opções de lazer. Por isso, 70% dos imóveis já vendidos foram adquiridos por moradores de Brasília, entre empresários, aposentados, funcionários públicos e diplomatas. Dos formosenses que adquiriram imóveis no Taj Mahal, a maioria é formada por produtores rurais.”

Marcos Garzon entende que só o Taj Mahal é muito pouco para Formosa, que tem mais de 100 mil habitantes. Vale lembrar ainda, que a rodovia BR-020, cujo trecho que dá acesso à cidade, foi duplicada nos últimos anos, valorizou os imóveis de forma espetacular. “O imóvel na cidade vale quatro vezes o que valia há cinco anos. Em vista disso, já estou iniciando mais dois grandes empreendimentos: o shopping Golden Mall e o residencial Casa Blanca, com apartamentos de dois quartos. O shopping terá 90 mil metros quadrados de área construída com quatro cinemas, cujo contrato já foi fechado com o Cineflix. Ressalto ainda que 16 mil metros quadrados da construção estão direcionados para locação de lojas; além de dois subsolos para estacionamentos. O projeto já foi autorizado pelos órgãos públicos de Formosa e Goiás, e o lançamento ocorrerá brevemente”, disse Garzon.

Nenhum comentário:

Postar um comentário