.Prefeitura de Hidrolândia

.Prefeitura de Hidrolândia

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Adolfo Lopes entre duas mulheres em Valparaíso!

Prefeita Lucimar Nascimento, Adolfo Lopes e a Secretária da Mulher em Goiás, a deputada Leda Borges


Por: Walter Brito

Quando Juscelino Kubitschek criou Brasília, ele tinha como meta o desenvolvimento do país a partir das fronteiras do DF, ou seja: A partir da Região Metropolitana de Brasília, hoje formada por 22 municípios. JK viveu seus últimos dias na Fazendinha em Luziânia-GO.

Adolfo Lopes, auditor fiscal aposentado por Brasília, mudou-se há duas décadas para Valparaíso, distante do DF 30 km. Focado no sonho de Juscelino, Adolfo nos últimos 20 anos, já deu importante contribuição ao município goiano, por meio de sua vasta experiência, principalmente na área social. Ele foi secretário de governo em Brasília, nas áreas: habitação, social e trabalho. Adolfo foi também colaborador do governo de Mato Grosso do Sul, onde exerceu relevantes funções. Formado em Direito, Economia, Ciências Contábeis e Administração; Lopes já foi vice-prefeito de Valparaíso . É com esse currículo, que ele falou com a nossa reportagem sobre a possibilidade de se candidatar a prefeito no município de Valparaíso- Go, em 2016.

Lopes começou dizendo sobre as dificuldades da cidade que escolheu para viver. “ Não quero ver a cidade que resido com minha família há duas décadas, continuar sem uma rodoviária que dignifique seus habitantes. A saúde em Valparaíso é o caos; a educação não tem a gestão que precisamos. No que se refere ao trânsito, certamente é uma das maiores vergonhas de toda a região. Precisamos de uma reengenharia nessa área. Temos uma das rodovias mais perigosas do Brasil, onde atropelamentos ocorrem dia e noite. E mais, a violência campeia solta e sinalizando, que a região do Entorno caminha para ser uma nova “ Baixada Fluminense”. É como se fossemos uma terra do Nem. Nem Goiás ajuda, nem Brasília; nem Goiânia e, muito pouco a União. Temos que mudar isso”, arrematou Adolfo.

Questionado pela reportagem, se Valparaíso e o Entorno foram abandonados por todos os governos que Brasília teve, ele argumentou: “ 150 mil eleitores que moram em nossas cidades votam em Brasília. Grande parte da população do Entorno trabalha em Brasília. Por isso, o governo do DF, não pode governar a Cidade-Estado e capital brasileira de costas para nossa região. Entretanto, o único governador que fez convênios efetivos com as cidades que circundam o DF foi o ex- governador Joaquim Roriz. Ele teve a sensibilidade de olhar um pouco para esta região tão sofrida”, disse. Adolfo acrescentou: “ Como morei em Brasília, estou em contato diário com amigos de lá . Eles podem trazer para Valparaíso novas experiências de desenvolvimento. São muitas as reuniões que temos feito em conjunto com lideranças de nossa cidade. Acredito que vamos construir um belo projeto para Valparaíso, que clama por mudanças”, completou.

Perguntamos ao Adolfo, se ele não teme enfrentar nas urnas em 2016, duas máquinas do governo: a representante do governo Dilma Rousseff, a atual prefeita, a professora Lucimar Nascimento (PT), pré- candidata à reeleição. Do outro lado, a ex-prefeita Lêda Borges (PSDB), deputada estadual e atual secretária de Estado. Ela é protegida e candidata do governador Marconi Perillo. Neste sentido, Lêda já está com escritório político na cidade, ao estilo das pré-campanhas nos Estados Unidos da América. Adolfo respondeu: “ Graças a Deus, uma virtude que tenho é sem dúvidas ter a coragem de lutar pela melhoria do ser humano. Tenho a convicção de que Deus já me deu muito. Se eu tiver oportunidade, quero retribuir tudo que recebi ajudando o povo de Valparaíso. Fiz quatro cursos superiores e consegui um emprego que permitiu criar com dignidade os meus filhos. Ocupei cargos públicos importantes em diversos estados. Com a família criada e ao lado da esposa Palmelina, Deus tem nos dado mais forças para superar obstáculos e caminharmos juntos e unidos na busca de mudanças efetivas em nossa cidade. Caso eu seja indicado como candidato na convenção de meu partido, não titubearei e direi sim”, arrematou.

Finalizamos perguntado ao Adolfo, sobre as novas lideranças que surgiram na Região Metropolitana de Brasília. Ele foi rápido e objetivo na resposta: “ Entre os líderes que surgiram nos últimos tempos na região, eu destaco o jovem presidente nacional do Pros, Eurípedes Júnior. Menino de origem humilde, com muita determinação e competência tornou-se uma referência política em nosso país. Temos a honra de tê-lo como filho de nossa região. Eurípedes obteve 72. 781 mil votos para deputado federal na última eleição . Apesar de suplente, ele poderá assumir o seu mandato a qualquer momento e, certamente será um importante aliado de Valparaíso e nossa sofrida região no Congresso Nacional”, finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário