.Prefeitura de Hidrolândia

.Prefeitura de Hidrolândia

terça-feira, 27 de outubro de 2015

PAULINHO É EXEMPLO DE BOA ADMINISTRAÇÃO



Por: Walter Brito
Paulinho Hidrolândia


Apesar da crise econômica pela qual passa a nação brasileira, nem todas as administrações dos 246 municípios goianos estão no fundo do poço. A cidade de Hidrolândia que dista 37 km da capital de todos os goianos é um exemplo clássico. Dirigida pelo administrador de empresas, Paulo Sérgio Rezende (Paulinho), ex-goleiro do São Paulo, quando foi reserva do Rogério Ceni. Paulinho está mudando o município para melhor. O centro da cidade é considerado o mais limpo das cidades do Entorno de Goiânia. A saúde pública está passando por uma grande transformação, quando são contratados médicos especialistas e o investimento este ano, foi na casa de 25%, enquanto que o exigido pela lei é de 15%. Segundo o prefeito Paulinho, ele em parceria com Estado está construindo um hospital ultramoderno, que atenderá efetivamente os anseios da população: “Nós pagamos 40 mil reais de aluguel do prédio que atende a saúde pública em nossa cidade, o que onera de uma forma muito forte o nosso orçamento. Com a conclusão de nosso hospital, que será uma referência em toda a região; acredito que Hidrolândia será um verdadeiro exemplo para saúde pública no estado de Goiás”, disse.

Caminhão TRUCK à disposição da Zona Rural de Hidrolândia

Estivemos na cidade quando o prefeito tinha acabado de entregar ao povo de Hidrolândia, um caminho Truck 0 Km para atender as demandas da Zona Rural. Sobre esse assunto o prefeito disse o seguinte: “Temos um grande compromisso com os produtores rurais no que se refere à melhoria das estradas e, conseqüentemente, o escoamento de nossa produção agrícola. Por isso estou honrado e emocionado neste momento, que entrego esse equipamento para servir o nosso povo”, completou.



Paulinho com uma das 50 fiandeiras de Hidrolândia
A reportagem deparou com um dos quadros sociais mais importantes no estado de Goiás. Lá em Hidrolândia está ocorrendo o resgate histórico das fiandeiras. Trata-se de 50 donas de casas que todas as manhãs vão para um galpão da prefeitura, com todos os equipamentos para o exercício de fabricar tecidos de forma artesanal. São fabricadas colchas, tapetes, toalhas, tecidos para calças, macacões, vestidos, etc. Tudo isso resgatando os velhos tempos da cultura e da arte das fiandeiras. Sobre o assunto entrevistamos novamente o prefeito Paulinho que disse: “A arte de fiar estava se perdendo no tempo. A prefeitura por meio de um projeto arrojado e consistente resolveu investir e resgatar esta antiga forma de fabricar tecidos artesanalmente. É uma referência importante para jovens e crianças, quando colhemos o algodão no campo e o transformamos em belíssimos cobertores e tecidos que e posteriormente roupas de alto estilo. Temos um mercado consumidor forte em Caldas Novas. Lá as mercadorias produzidas por 50 fiandeiras de Hidrolândia fazem o maior sucesso,” conclui. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário