.Prefeitura de Hidrolândia

.Prefeitura de Hidrolândia

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Marconi Perillo em Anápolis: Magda Monfatto em Tridade!




Por Walter Brito

Se os dois senadoráveis goianos tiverem juízo: Marconi e Magada mudam de mala e cuia, para Anápolis e Trindade respectivamente. Nenhum dos dois terá vez na eleição de Goiânia!
Marconi tentou indicar o neto de Nion Albernaz, o vereador Thiago Albernaz (PSDB) para a chapa de Iris Rezende e deu chabu! Diversas forças da oposição se manifestaram contra, sob o comando de Ronaldo Caiado.
Como o maior adversário de Iris é o delegado Waldir, que fez da segurança pública, o seu cavalo de batalha; de forma inteligente e estratégica, o velho guerreiro da política goiana, escolheu como seu vice, o Major Araújo (PTN), que também é um especialista em segurança pública. Neste sentido, ele evitará tecnicamente a ascensão do delegado Waldir, principalmente no caso de Iris e o delegado disputarem o segundo turno.
Vale lembrar da divina decadência do PT, em qualquer lugar em que uma candidatura majoritária é colocada. Em Goiânia não é diferente. Neste sentido, a delegada Adriana Accorsi é uma ótima candidata, mas é do Partido dos Trabalhadores; por isso não cresce nas pesquisas como deveria. Apesar disso, ela tira pontos preciosos do delegado Waldir, no discurso da segurança pública, especialmente nas classes A e B.
Com apenas dois partidos, o delegado travará uma grande batalha com Vanderlan Cardoso (PSB), para disputar com Iris Rezende o segundo turno. Ao que tudo indica, o político de quase 82 anos de idade, tem vaga garantida no segundo turno, que será realizado no dia 30 de outubro. Como a campanha é só de 45 dias e depende no caso de Goiânia, efetivamente, dos programas de Rádio e TV; o delegado não terá tempo suficiente para expor suas ideias e conquistar os indecisos.
Os pensadores da política goiana, acreditam que se Iris Rezende não ganhar no primeiro turno, no segundo será de lavada, em qualquer um dos candidatos: Vanderlan ou o delegado Waldir.
Portanto, Marconi com o Vanderlan e o Thiago Albernaz, não chegarão ao pódio na disputa de Goiânia. Muito menos, a deputada Magda Monfatto (PR), que sonha com o delegado Waldir no Paço Municipal de Goiânia. Restam aos dois senadoráveis: arrumarem suas malas hoje à noite e rumarem para Anápolis e Trindade respectivamente. Lá eles têm todas as chances do mundo. Vejam o porquê? -  Em Anápolis, segunda cidade de Goiás em importância econômica, o Perillo encontrará, o irmão de Henrique Santillo, o Ademar Santillho e sua esposa, a ex-deputada Onaide Santillo, ambos do PSDB. Eles já estão ao lado de Carlos Antônio para prefeito. Carlos Antônio lidera todas as pesquisas, desde de outubro de 2015 e tem chances de ir par o segundo turno com o atual prefeito do PT, João Gomes e vencer o pleito. Vale lembrar, que Marconi é cria de Henrique Santillo e, Anápolis foi o seu berço maior, quando se elegeu pela primeira vez em 1998. Com o PT em franca decadência, uma pesquisa publicada na cidade está manipulada, com o propósito de mostrar, que João Gomes é competitivo e está na frente! Entretanto, a maioria das pesquisas feitas na cidade de Anápolis, indicam a dianteira de Carlos Antônio do PSDB. Como a eleição do dia 2 de outubro será a mais judicializada da história do Brasil, onde a máquina pública perdeu a força do passado, inclusive no sentido de manipular pesquisas e o uso do Caixa 2; tudo indica, que na próxima rodada de pesquisas, os institutos tendem a publicar a realidade, para não serem punidos!
Entre os políticos que mais influenciam o eleitor em Anápolis estão: Marconi Perillo (PSDB), Iris Rezende (PMDB), Antônio Gomide (PT). Estes, encontram-se em patamares semelhantes de influência. Como o Iris terá que cuidar de sua campanha em Goiânia, o duelo de influências poderá se dar entre: o governador Perillo, contra o ex-prefeito de Anápolis e candidato ao parlamento anapolino pelo PT, o Antônio Gomide.

O apoio de Perillo para Carlos Antonio

 No caso do apoio de Marconi ao Carlos Antônio, o governador passará confiança, pois o deputado do PSDB disputará cargo majoritário pela primeira vez. Neste sentido, um governador com quatro mandatos bem-sucedidos no Palácio da Esmeraldas, inclusive, o único tucano de alta plumagem, que nunca perdeu uma eleição; citado em todo o país para disputar a eleição presidencial em 2018. Com este currículo, o Marconi poderá ajudar a levar Carlos Antônio para o segundo turno e, vencer em Anápolis no segundo turno.
Independentemente do resultado de Goiânia e com a vitória a caminho em Anápolis, Marconi poderá sonhar em disputar o Palácio do Planalto, pois a cidade é estratégica no Centro-Oeste brasileiro. É de fato um dos esteios do terceiro PIB do País, que é a BR 060- estrada que liga Brasília à Goiânia, cujo PIB é de 300 bilhões de reais. Só perde apenas para as regiões metropolitanas de São Paulo e Rio de Janeiro.

Gomide apoia João Gomes!

Por outro lado, o ex-prefeito de Anápolis, o petista Antônio Gomide, foi derrotado fragorosamente nas eleições de 2014 para governador, quando não foi sequer, para o segundo turno. Gomide terá a missão, de ressurgir das cinzas e, transferir seus votos para João Gomes, que patina nas pesquisas e tem rejeição altíssima em qualquer pesquisa séria. Apesar do desgaste do PT em todo o país, Gomide ainda tem certa influência em Anápolis. Ele poderá ser o vereador mais votado para o parlamento anapolino, entretanto, transferir votos de forma efetiva,  para majoritário no Brasil: só o saudoso velho caudilho, Leonel de Moura Brizola.

Magda Monfatto em Trindade:

No que se refere ao caso da cidade da Fé: é o seguinte- a deputada federal do PR, Magda Monfatto, que sonha em fazer o prefeito de Goiânia, por meio da candidatura do delegado Waldir, certamente já caiu na real. Com apenas o PR e o PMN, torna-se quase impossível a vitória do delegado, mesmo que ele vá para o segundo turno. Com isso e, tal qual o seu colega senadorável Perillo, ela terá que mudar para Trindade de mala e não poderá esquecer da cuia. O objetivo da mudança da deputada para a cidade Santa, é eleger o deputado e médico doutor Antônio (PR) para prefeito. Ele disputa voto a voto com Jânio Darrot (PSDB). Lá em Trindade, a candidatura de Ricardo Fortunato (PMDB), é apenas auxiliar da candidatura oficial, ou seja, auxilia o atual prefeito. Ricardo não pontua bem e tem rejeição altíssima. Já o doutor Antônio é forte candidato, tem o carinho do povão, o apoio efetivo da deputada Flávia Morais (PDT), o de seu esposo, o ex- prefeito George Morais, que é médico, muito conhecido na cidade e tem fama de caridoso. Para completar, o doutor Antônio tem como vice, o jovem Curica, considerado o ídolo da periferia, principalmente em Trindade 2.
Portanto, que o Marconi e a madame Monfatto leiam este artigo, que poderá orientá-los, na chegada ao Senado da República em 2018. Na foto: O sorriso largo de Magda Monfato e Marconi Perillo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário